Por onde passa é sempre a mesma coisa: mulheres chorando, tremendo e gritando. E não podia ser diferente no Programa da Tarde. Luan Santana deixou as meninas da plateia piradas com sua presença. Juliane Figueiredo, de 17 anos, é fã dele há três anos e teve um momento de fama. Ela apareceu na televisão com um sutiã para seu ídolo.

— Pensei em surpreender e trouxe o sutiã de casa. Sou fã há muito tempo e adoro a música Te Vivo.

Vitória Santana, de 15 anos, não conteve as lágrimas ao ver Luan tão de pertinho. Ela estava sentada na primeira fileira.

— O Luan é minha vida. Amo ele desde os 11 anos. Fico sem reação quando estou perto, não sei o que falar, o que fazer, e daí choro. Sempre quando posso vou aos shows.

Sabrina Santos de Souza, de 15 anos, estava eufórica. A jovem contou que até mudou de time por causa de Luan.

— Já fiz muitas loucuras! Dormi na porta da Record e não consegui vê-lo. Também mudei de time e virei corintiana. Era são-paulina roxa. Faço qualquer coisa pelo Luan!

Outra alucinada é Mayumi Tashima Chaves, de 16 anos. Há três anos ela criou um fã clube que conta com 11 mil associadas. E não tem medo de revelar as loucuras que fez.

— Briguei com artista ao vivo numa emissora, fiquei mais de um dia em fila de show, fui para outros estados, me escondi num hotel. Dessa vez foi legal porque fiquei sem comer, sem beber água, escondida e no fim consegui falar com ele!

O secretário pessoal do Luan Santana, Roberval Lelis Ferreira, está acostumado com essa movimentação. Ele, junto com o segurança, é o incumbido de barrar a aproximação das fãs. Ou seja, Roberval tem muita história para contar…

— É o jeito carinhoso que elas têm para chamar atenção do artista. Uma vez um grupo invadiu a van. Foi um caos. O segurança tentou segurar uma, eu tive que segurar outra. Mas daí deu tudo certo e o artista não se machucou.

Roberval disse que invasão de camarim e mulheres aglomeradas na porta de hotel e restaurantes são situações corriqueiras, mas que até ele tem dificuldade para lidar.

— Em todos os lugares é a mesma coisa. É complicado barrar algumas situações por medo de machucar o sentimento delas. Mesmo porque sou fã também.

Fonte: R7 | Programa da Tarde

Leave a Reply

Your email address will not be published.